Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Dicionário das Uvas’ Category

AMIGOS,

DEPOIS DE APENAS 8 MESES DE BLOG, RECEBI A GRATA NOTÍCIA DE QUE O ENODÉCO FOI INDICADO AO PRÊMIO TOP BLOG 2009, QUE PREMIARÁ OS MELHORES BLOGS NACIONAIS.

A PRIMEIRA FASE É UMA VOTAÇÃO ABERTA AO PÚBLICO. ISTO QUER DIZER QUE VOCÊ, QUE ESTÁ LENDO ESTE POST, PODE VOTAR NELE. MAS SÓ VOTE SE GOSTAR DO BLOG, CLARO!
É SÓ CLICAR NO LOGO DO PRÊMIO AO LADO =>=>=>, COLOCAR SEU NOME E SEU E-MAIL E CONFIRMAR DEPOIS NO LINK QUE RECEBERÁ POR E-MAIL. É MUITO FÁCIL!

MAS JÁ QUERIA AGRADECER A TODOS OS LEITORES PELA CONFIANÇA, FEEDBACKS, INDICAÇÕES E TUDO O QUE AJUDOU O BLOG A SER INDICADO AO PRÊMIO! PARECE DISCURSO DE POLÍTICO, MAS FAZER O QUE NÉ?

OBRIGADO E SEMPRE CHEERS!!!

Read Full Post »

Mais uma uva tinta original de Bordeaux, usada principalmente em combinação com merlot e cabernet sauvignon, o que dá o famoso corte bordalês. Uma uva difundida no mundo todo, mas é difícil acharmos algum vinho varietal feito desta uva.

As razões eu não sei bem, mas a realidade é que encontramos ela em muitos vinhos de assemblage, às vezes dando vinhos sensacionais, que costumeiramente tem cor forte e são encorpados.

CHEERS!!

Read Full Post »

Uva tinta de muita qualidade, amplamente cultivada no leste e sul da França. Esta é a principal uva da maior parte dos vinhos Côtes-du-Rhône e dos Châteauneuf du Pape. Em muitos casos ela é misturada com a syrah, mourvèdre e cinsault.

Na Espanha é conhecida como garnacha ou granacha, onde também apresenta-se em bons vinhos.
Além de França e Espanha, ela também tem dado bons resultados na África do Sul, Australia e California. Os vinhos varietais são pouco comuns.
Ela costuma dar vinhos de cor rubi intensa, com bom corpo e aromas bem frutados. Tem um bom equilíbrio de acidez, com taninos bem presentes.
CHEERS!!

Read Full Post »

A Pinotage é uma combinação híbrida de pinot noir e cinsault, realizada na África do Sul. Este cruzamento foi realizado pela primeira vez pelo Prof. Peroldt, em 1922. A cinsault foi levada da sua origem, em Cotes du Rhône, França para a região do Cabo e o nome ‘Pinotage’ é uma combinação dos nomes ‘Pinot’ com ‘Hermitage’, sendo esta uma denominação usada para a Cinsaut na África do Sul.

A Pinotage é hoje uma marca da África do Sul, como a Malbec é da Argentina, e a Carmenére do Chile. Produz bons varietais, de médio corpo e alguns de boa guarda. A maioria dos vinhos feitos com esta uva é potente, com cor vermelha escura, e bastante tanicos; No paladar, são bastante adstringentes.

Ela é tão significativa naquele país, que ganhou uma associação, a Pinotage Association (http://www.pinotage.co.za/)

A razão de eu postar sobre esta uva agora é porque se aproxima a data de nossa próxima confraria (12.03), que terá o tema da AFRICA DO SUL. E acho que esta uva vai estar entre nós…

CHEERS!!

Read Full Post »

Já que na semana passada falei sobre a Nebbiolo, uva do Piemonte e bem conhecida, nos manteremos hoje nesta mesma região, falando agora da Barbera. Uma uva tinta que dá vinhos equilibrados, mas com certa acidez, que é sua característica principal. Não tem a mesma fama e reconhecimento da Nebbiolo, mas vem ganhando espaço aos poucos.

Os principais vinhos são o Barbera d`Alba e Barbera d`Asti. Seus vinhos apresentam cor rubi vivo com aromas de frutas vermelhas e um pouco herbáceo; Na boca são frescos, não tão encorpados e com uma acidez típica dos vinhos italianos.
CHEERS!!

Read Full Post »

Uva tinta original do Piemonte (norte da Itália), é a uva dos Barolos e Barbarescos, vinhos de enorme prestígio no mundo todo, alguns por sinal, bem caros. Ela não costuma ser combinada com outras variedades. Como ocorre com muitas cepas européias, a Nebbiolo tem permanecido fiel às suas origens, e não se tem noticias de plantações significativas de Nebbiolo em outras regiões.

A principal característica dos vinhos desta uva é a longevidade deles.Os Barolos e Barbarescos são vinhos que costumam durar muito tempo e se bebidos ainda jovens, podem não render o que se espera deles, pois estarão alcoólicos e com acidez bastante elevada.Tem uma cor escura, e com aromas complexos e nem sempre facilmente decifráveis.Na boca, tem corpo e taninos finos.

Read Full Post »

Uva da região sul da França, utilizada principalmente em vinhos das regiões do Languedoc e da Provence. Na Espanha é conhecida como Cariñena e na Itália como Carignano. É uma uva geralmente usada em vinhos de assemblage, mas que tem produzido também bons varietais.

Antigamente ela era considerada uma uva rústica e popular demais para vinhos de corte. Porém, o grande sucesso da região catalã do Priorato, a partir dos anos 80, recuperou o prestígio.

É uma uva de casca grossa e que produz vinhos escuros, com taninos firmes e bastante saborosos. Uma uva diferente e que vale a pena experimentar, por ser diferente e não encontrada muito frequentemente por aí.
CHEERS!!

Read Full Post »

Older Posts »